home

UE: Imposto sobre transações financeiras introduz justiça e regulação

UE: Imposto sobre transações financeiras introduz justiça e regulação

A eurodeputada socialista, Ana Gomes considera, ao intervir na sessão plenária que decorre em Estrasburgo, que o imposto sobre transações financeiras trará mais “justiça e regulação” aos sistemas fiscais dos estados membros da União Europeia. Em simultâneo é “uma contribuição elementar, mais que devida, do sector financeiro para os orçamentos” porque, as “políticas de austeridade sobrecarregaram brutalmente de impostos as classes médias e as pequenas e médias empresas”, justifica a eurodeputada.

Ana Gomes alertou Malta, país que preside durante o próximo semestre à União Europeia, que adote medidas de combate ao branqueamento de capitais, tendo por objetivo a harmonização fiscal e a transparência. Malta “tem agora acrescidas responsabilidades” e deverá “fazer avançar medidas já propostas pela Comissão para combater estas práticas, incluindo desbloquear o projeto do de cooperação reforçada do imposto sobre transações financeiras, iniciado por dez estados membros, incluindo Portugal”, afirma Ana Gomes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.