home

Plano Outono-Inverno para os lares de idosos apresentado em Almada

Plano Outono-Inverno para os lares de idosos apresentado em Almada

A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, apresentou na passada sexta-feira, em Almada, data em que se celebrou o Dia Internacional do Idoso, o Plano Outono-Inverno para Lares de Idosos. Entre os principais objetivos do ‘Recupera’, programa projetado para os próximos seis meses, estão a melhoria da capacidade de resposta no apoio psicológico e de fisioterapia, sendo dirigido a cerca de 130 mil pessoas, entre trabalhadores e utentes.

Publicado por:

Acção socialista

Ação Socialista

Órgão Nacional de Imprensa

O “Ação Socialista” é o jornal oficial do Partido Socialista, cujo(a) diretor(a) responde perante a Comissão Nacional. Foi criado em 30 de novembro...

Ver mais
Ana Mendes Godinho

Ana Mendes Godinho salientou que o programa visa a recuperação de todos “face à intensidade dos meses que vivemos” no âmbito da pandemia de Covid-19, que teve particular impacto na população mais idosa, “mantendo a guarda e os cuidados naturais” que se impõem para a sua proteção.

A ministra disse também que o programa de testagem preventiva dos funcionários vai ser retomado, para procurar prevenir novos surtos de Covid-19, acrescentando que “no último ano e meio foram realizados cerca de 430 mil testes aos trabalhadores dos lares, que terão evitado cerca de 900 surtos”.

Será ainda mantida a Linha Covid Lares, nomeadamente para apoio ao Programa Supera, de distribuição de oxímetros aos lares e que foi lançado no início de julho, e da plataforma Supera, que permite que os lares possam fazer uma monitorização ativa de sintomas associados à Covid-19 e também a identificação precoce de outras doenças respiratórias.

Sobre a nova fase de levantamento de restrições – que entrou em vigor na sexta-feira – a governante afirmou que a mesma vai permitir maior liberdade nas visitas aos lares de idosos, reiterando a necessidade de se manter a guarda, pelo que os visitantes dos lares terão de apresentar “certificado digital ou teste negativo”.

Incentivo financeiro para instituições que mantenham trabalhadores

Ana Mendes Godinho relembrou ainda a Medida de Apoio ao Reforço de Emergência de Equipamentos Sociais e de Saúde (MAREESS), criada em abril de 2020, que permitiu o reforço dos recursos humanos nos lares e outras instituições. Trabalhadores esses que, conforme explica, poderão agora ser integrados nos quadros de pessoal de cada uma das instituições, com o suporte de um incentivo financeiro.

“O que nós decidimos agora foi criar uma medida excecional para a conversão deste reforço de recursos humanos em contratos permanentes, para esses trabalhadores ficarem nas próprias instituições, dando um prémio de 5.200 euros às instituições para que esta conversão aconteça, para reforço, de uma forma permanente, dos quadros das instituições”, detalhou.

ARTIGOS RELACIONADOS