home

Aumento de 160 mil empregos no setor privado confirma recuperação da economia

Aumento de 160 mil empregos no setor privado confirma recuperação da economia

O aumento da população empregada durante o último ano, de 4,5% entre o segundo trimestre de 2020 e igual período de 2021, de acordo com os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), abrangeu um universo de 208,9 mil pessoas, na sua larga maioria – mais de três quartos do total – referentes ao setor privado.

Publicado por:

Acção socialista

Ação Socialista

Órgão Nacional de Imprensa

O “Ação Socialista” é o jornal oficial do Partido Socialista, cujo(a) diretor(a) responde perante a Comissão Nacional. Foi criado em 30 de novembro...

Ver mais
Emprego

Considerando apenas o setor privado, o crescimento da população empregada no período em análise representou 3,7%, quase 160 mil pessoas, um valor significativo que comprova, como destaca o executivo, “a capacidade de resposta” da economia portuguesa.

“O contributo do emprego público (setor da administração pública e defesa; segurança social obrigatória) para o aumento total de 208,9 mil pessoas foi de 49 mil pessoas. Ou seja, considerando apenas o setor privado, o aumento da população empregada foi de 159,6 mil pessoas”, realça uma nota conjunta dos ministérios do Trabalho, da Economia e da Modernização do Estado e da Administração Pública.

Em termos homólogos, os setores em que se verificaram maiores aumentos relativos foram o das atividades financeiras e de seguros (+38%) e das atividades de informação e comunicação (+27,5%), setores cuja variação do emprego corresponde, no cômputo geral, a 35,7% do crescimento agregado do emprego observado.

O Governo reitera, assim, que a evolução do emprego registada no segundo trimestre de 2021, em que se atingiu a população empregada mais elevada desde 2011, “mostra a capacidade coletiva de resposta à crise provocada pela pandemia por Covid-19 e é um sinal de vitalidade da economia”.

ARTIGOS RELACIONADOS