home

‘Academia PS Madeira’ arranca para capacitar o debate político e contribuir para o futuro programa de Governo da Região

‘Academia PS Madeira’ arranca para capacitar o debate político e contribuir para o futuro programa de Governo da Região

Capacitar os militantes para o debate e para o combate político constitui um dos principais objetivos da ‘Academia PS Madeira’, que teve a sua primeira edição este sábado, no Funchal, contando com a participação de Fernando Medina, economista e ex-presidente da Câmara de Lisboa, e de Rúben Eiras, secretário-geral do Fórum Oceano.

Publicado por:

Acção socialista

Ação Socialista

Órgão Nacional de Imprensa

O “Ação Socialista” é o jornal oficial do Partido Socialista, cujo(a) diretor(a) responde perante a Comissão Nacional. Foi criado em 30 de novembro...

Ver mais

A iniciativa agora lançada constitui, nas palavras do presidente do PS/Madeira, Sérgio Gonçalves, um fórum de proximidade com os militantes, capacitando-os para um debate político para o qual todos são chamados a contribuir. “É muito importante que os nossos militantes tenham oportunidade de participar na definição da estratégia e do programa do PS para a governação da Região Autónoma da Madeira”, apontou.

O líder socialista lembrou que a proximidade com a população, com os reais problemas da Região e com os militantes foi um objetivo traçado desde o momento em que apresentou a sua candidatura à presidência do partido, frisando que estes momentos são fundamentais para passar a mensagem do projeto do PS para a Região e as soluções para os problemas reais que afetam os madeirenses e os porto-santenses.

Sérgio Gonçalves destacou a presença nesta iniciativa de Fernando Medina, que abordou a questão da capacitação da população. “Nós temos de substituir as dependências por empoderamento e fazemo-lo com políticas públicas que permitam às pessoas deixar situações de pobreza, que permitam criar oportunidades e criar maior competitividade para a nossa economia”, afirmou o dirigente socialista.

Sublinhou igualmente a participação de Rúben Eiras, especialista na área do Mar. Um contributo importante, tendo em conta a necessidade de diversificação da economia que tem vindo a ser defendida pelo PS/Madeira. Sérgio Gonçalves focou a importância do Mar enquanto ativo estratégico para o país e, sobretudo, para a Região Autónoma da Madeira, nesta lógica de diversificar a base económica e, com isso, criar valor e criar emprego qualificado.

O presidente do PS/Madeira adiantou ainda que pretende replicar e descentralizar estas iniciativas nos vários concelhos da Região.

Qualificação dos recursos humanos é fator determinante

Fernando Medina, um dos oradores convidados, destacou, por sua vez, a qualificação dos recursos humanos como fator determinante para responder aos desafios económicos e da criação de melhores empregos e salários.

Na sua intervenção, o ex-autarca de Lisboa abordou o processo de desenvolvimento do país, que está, como frisou, numa trajetória de transformação importante há já bastante tempo e tem cada vez mais recursos humanos qualificados, que são capazes de produzir, com novas organizações, novas atividades e mais valor, capaz de gerar melhores salários.

Fernando Medina aproveitou também para destacar a importância da ‘Academia PS Madeira’, que classificou como um movimento de participação e de diálogo com a sociedade civil, de forma contínua e regular, para debater de uma forma mais profunda os temas da atualidade, expressando ainda o seu apoio a este novo ciclo do PS/Madeira, liderado por Sérgio Gonçalves.

O preletor enalteceu esta “forma inovadora de fazer política”, sublinhando a importância da participação cívica. “As eleições são o corolário de um processo político que começa muito antes”, disse, acrescentando que atualmente há novas formas de interagir.

“Há 40 anos, as sedes dos partidos eram os grandes espaços de reflexão política, mas hoje não são os únicos”, disse o dirigente socialista, apontando a televisão, as redes sociais ou os jornais e considerando que os partidos precisam de ser cada vez mais inovadores na forma do dialogar.

ARTIGOS RELACIONADOS

Elza Pais

MS-ID: Um ano de mandato

No primeiro ano deste novo mandado das MS-ID – Avançar em Igualdade, foram dados passos significa...