home

Francisco André eleito presidente da Rede Ministerial do PSE para o Desenvolvimento

Francisco André eleito presidente da Rede Ministerial do PSE para o Desenvolvimento

O secretário nacional para as Relações Internacionais do PS e vice-presidente do PSE, Francisco André, foi eleito esta segunda-feira, 14 de junho, presidente da Rede Ministerial do Partido Socialista Europeu para o Desenvolvimento.

Publicado por:

Acção socialista

Ação Socialista

Órgão Nacional de Imprensa

O “Ação Socialista” é o jornal oficial do Partido Socialista, cujo(a) diretor(a) responde perante a Comissão Nacional. Foi criado em 30 de novembro...

Ver mais

Participando na primeira reunião ministerial do Partido Socialista Europeu já no exercício do cargo, que teve o novo instrumento NDCI (Neighbourhood, Development and International Cooperation Instrument) – Global Europe no centro da agenda, Francisco André saudou a adoção desta ferramenta como “um grande sucesso para a vontade de construir um mundo mais justo”.

“Com esta ferramenta, a União Europeia pode trabalhar mais eficazmente para erradicar a pobreza, combater as alterações climáticas e apoiar a democracia, o Estado de Direito e o respeito pelos direitos humanos. Coloca o desenvolvimento sustentável e o desenvolvimento humano no centro dos esforços globais da UE”, referiu governante e dirigente socialista, endossando, em nome dos responsáveis ministeriais do PSE, “os parabéns” à comissária Jutta Urpilainen “pelo seu papel no processo de garantia deste sucesso significativo”.

Francisco André salientou que há, hoje em dia, “uma necessidade desesperada de que a UE cumpra seu papel como ator global”, lembrando que, “para muitas pessoas em todo o mundo, a pandemia tornou as suas vidas mais difíceis”.

“A crise da Covid reverteu décadas de progresso em muitas áreas relacionadas com o desenvolvimento humano. Há mais pessoas em extrema pobreza e as desigualdades existentes a nível de riqueza, género e etnia estão a agravar-se”, apontou, reforçando a importância da União Europeia continuar “a partilhar vacinas com os mais desprotegidos em todo o mundo, mantendo a sua posição como o maior doador do COVAX e mostrando solidariedade para com aqueles que lutam contra o vírus”.

Para Francisco André, “agora é o momento de abraçar de facto a Europa Global para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável”, nomeadamente, especificou, no que respeita a “apoiar os países de baixo e médio-baixo rendimento, em particular do nosso continente-irmão, África”.

“Felicitamos a comissária Jutta Urpilainen pela sua liderança no êxito desta pasta”, concluiu o presidente da Rede Ministerial do Partido Socialista Europeu para o Desenvolvimento.

ARTIGOS RELACIONADOS