home

Votação para Secretário-geral, Mulheres Socialistas e delegados ao Congresso arranca hoje por via eletrónica

Votação para Secretário-geral, Mulheres Socialistas e delegados ao Congresso arranca hoje por via eletrónica

Os militantes socialistas votam hoje, por via eletrónica, e nos próximos dias 18 e 19, por via presencial, nas eleições diretas para a escolha do Secretário-geral do PS, que terá um mandato de dois anos, até 2023.

Publicado por:

Acção socialista

Ação Socialista

Órgão Nacional de Imprensa

O “Ação Socialista” é o jornal oficial do Partido Socialista, cujo(a) diretor(a) responde perante a Comissão Nacional. Foi criado em 30 de novembro...

Ver mais
Partido Socialista

Além do novo Secretário-geral, os militantes vão ainda eleger cerca de 1.500 delegados ao XXIII Congresso Nacional, que está marcado para os dias 10 e 11 de julho, assim como a presidente e Comissão Política Nacional das Mulheres Socialistas – Igualdade e Direitos (MS-ID).

Hoje, a eleição decorre por voto eletrónico e nos dias 18 e 19 será presencial, nas respetivas secções de cada uma das federações.

De acordo com o presidente da Comissão Organizadora do Congresso (COC), Luís Graça, a expectativa é de que a introdução da possibilidade de voto eletrónico permita uma maior participação eleitoral.

“No PS, não é a primeira vez que é usada a plataforma de votação eletrónica. As últimas eleições para a Federação da Área Urbana de Lisboa (FAUL) já foram feitas com esse sistema. Mas, de facto, esta será a primeira vez que se usa para uma eleição nacional”, refere Luís Graça. “Este processo é um sinal de modernidade com a introdução de novas tecnologias. A nossa expectativa é que resulte numa maior participação eleitoral por parte dos militantes do PS”, completou.

Para assegurar a fiabilidade e confidencialidade do sistema de votação eletrónica, foi criada uma comissão de acompanhamento do processo, que teve na terça-feira uma reunião formal com representantes das duas candidaturas.

“Todos os militantes do PS com capacidade eleitoral receberam um sms, no qual se refere que o ato eleitoral eletrónico vai decorrer entre as 09h00 e as 20h00 de hoje. Depois, recebem um link no seu telemóvel, a partir do qual podem votar durante o período atrás mencionado, quer para a eleição do Secretário-geral do PS, quer para a eleição dos delegados afetos a cada uma das moções, quer, ainda, para a eleição do Departamento Nacional das Mulheres Socialistas”, indica.

“Quem não recorrer à votação eletrónica, por eventual problema técnico, ou por opção, vai ter a oportunidade de votar presencialmente nos dias 18 e 19, consoante as federações. Os cadernos eleitorais vão estar nas secções, assinalando quem já votou eletronicamente. Fechada a urna, o presidente de cada secção – só ele tem conhecimento do resultado da votação eletrónica da sua secção – fará a ata com o somatório da votação eletrónica e em urna”, explica Luís Graça.

O XXIII Congresso Nacional do PS, dadas as circunstâncias impostas pela pandemia, será realizado em 13 locais distintos do país e em espaços que asseguram o cumprimento das normas determinadas pela Direção Geral da Saúde (DGS), sendo os trabalhos seguidos em modelo de videoconferência.

Em Lisboa, na Sala Tejo do Pavilhão Atlântico, estará a Mesa do Congresso, os membros dos órgãos de direção (Secretariado Nacional e Comissão Política) e os delegados eleitos pelas federações da Área Urbana de Lisboa (FAUL) e da Região Oeste (FRO).

Os restantes delegados reúnem-se na Madeira, Açores, Porto, Coimbra, Portimão (Algarve), Aveiro (que também junta os delegados de Viseu), Estremoz (Évora e Portalegre), Mirandela (Vila Real e Bragança), Covilhã (Castelo Branco e Guarda), Fátima (Leiria e Santarém), Alcácer do Sal (Setúbal e Beja) e, por fim, ainda em aberto, Barcelos ou Esposende (para os delegados de Braga e Viana do Castelo).

ARTIGOS RELACIONADOS