home

Portugal disponibiliza lote de vacinas a Cabo Verde

Portugal disponibiliza lote de vacinas a Cabo Verde

O primeiro-ministro assinalou, na sexta-feira, o envio de 24.000 doses de vacinas contra a Covid-19 para Cabo Verde, disponibilizadas pelo governo português no quadro da cooperação lusófona, salientando que “Portugal começa assim a cumprir o compromisso de doar 5% das suas vacinas aos PALOP e a Timor-Leste”.

Publicado por:

Acção socialista

Ação Socialista

Órgão Nacional de Imprensa

O “Ação Socialista” é o jornal oficial do Partido Socialista, cujo(a) diretor(a) responde perante a Comissão Nacional. Foi criado em 30 de novembro...

Ver mais

“Este é um contributo para a saúde global e para um relacionamento ainda mais próximo entre os nossos dois países. É essencial unirmos esforços para acelerar a vacinação global, porque apenas em conjunto recuperaremos da pandemia”, referiu António Costa, na sua mensagem.

Esta é a primeira entrega, no seguimento do compromisso de disponibilizar aos países africanos lusófonos e a Timor-Leste 5% das vacinas contra a Covid-19 adquiridas por Portugal, e inscreve-se na segunda fase do plano de ação de resposta sanitária à pandemia de Covid-19 entre Portugal e os países africanos lusófonos e Timor-Leste.

As vacinas são acompanhadas do material necessário para viabilizar a sua administração – seringas e agulhas, entre outros –, tendo chegado na noite de sexta-feira à Cidade da Praia, transportadas num avião da TAP e sido entregues às competentes autoridades cabo-verdianas.

“Agradecer ao Governo português por este gesto, num momento em que a vacina é um bem raro, que todos os países estão à procura do mesmo. Vai ter uma grande importância no nosso processo de vacinação”, destacou, por sua vez, o primeiro-ministro de Cabo Verde, Ulisses Correia e Silva.

Desde 19 de março, o arquipélago já vacinou cerca de 15.900 pessoas com pelo menos a primeira dose, das quais 94% são profissionais de saúde.

Esta ação é resultado do esforço conjunto do Ministério dos Negócios Estrangeiros, designadamente através do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua e da Embaixada de Portugal na Cidade da Praia, e do Ministério da Saúde, através da Direção-Geral da Saúde (DGS) e da Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde (Infarmed).

ARTIGOS RELACIONADOS