home

MAI aprova criação de mais 65 Equipas de Intervenção Permanente

MAI aprova criação de mais 65 Equipas de Intervenção Permanente

O Ministério da Administração Interna (MAI) anunciou hoje a criação de 65 novas Equipas de Intervenção Permanente (EIP) nas corporações de bombeiros voluntários no segundo semestre do ano. A medida reforça as equipas de resposta da Proteção Civil em mais 325 bombeiros.

Publicado por:

Acção socialista

Ação Socialista

Órgão Nacional de Imprensa

O “Ação Socialista” é o jornal oficial do Partido Socialista, cujo(a) diretor(a) responde perante a Comissão Nacional. Foi criado em 30 de novembro...

Ver mais
José Luís Carneiro

Segundo o Ministério liderado por José Luís Carneiro, esta autorização permite a constituição de quatro primeiras equipas, 11 segundas equipas (criadas em corpos de bombeiros onde já existia uma EIP), 49 terceiras equipas e uma quarta EIP. Atualmente estão autorizadas 734 EIP e estão em funcionamento 553 equipas de resposta profissional permanente aos riscos de proteção civil nas associações humanitárias de bombeiros.

Das 65 novas EIP agora criadas, 36 serão constituídas em territórios de baixa densidade, tendo a sua seleção sido baseada “em critérios objetivos e verificáveis, estabelecidos pela Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil e apresentados à Liga dos Bombeiros Portugueses”.

O MAI refere ainda que os bombeiros que integram estas equipas, de cinco elementos, são caracterizados pela elevada especialização, com competências em valências diferenciadas para atuarem em diferentes cenários.

Os protocolos para a criação das EIP, celebrados entre a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, as câmaras municipais e as associações humanitárias de bombeiros, visam melhorar a eficiência da Proteção Civil e as condições de prevenção e socorro face a acidentes e catástrofes.

ARTIGOS RELACIONADOS