home

José Luís Carneiro confiante na reafirmação do PS como “o grande partido do poder local democrático”

José Luís Carneiro confiante na reafirmação do PS como “o grande partido do poder local democrático”

O Secretário-geral adjunto socialista, José Luís Carneiro, manifestou esta sexta-feira, na Figueira da Foz, a convicção de que no próximo domingo o PS vai continuar a ser “o grande partido do poder local democrático”, saudando o trabalho realizado pelos autarcas e candidatos socialistas.

Publicado por:

Acção socialista

Ação Socialista

Órgão Nacional de Imprensa

O “Ação Socialista” é o jornal oficial do Partido Socialista, cujo(a) diretor(a) responde perante a Comissão Nacional. Foi criado em 30 de novembro...

Ver mais
José Luís Carneiro

“Aquilo que temos sentido, por todo o país, é um grande reconhecimento pelo trabalho muito positivo feito pelo Governo do Partido Socialista, uma relação de profunda confiança no António Costa, Secretário-geral do PS e primeiro-ministro”, começou por sublinhar José Luís Carneiro, durante um passeio pela baixa da Figueira da Foz, acompanhado pelo atual presidente e candidato do PS à Câmara Municipal , Carlos Monteiro, e por dezenas de autarcas, militantes e simpatizantes do partido.

“E depois, também, um reconhecimento muito grande aos autarcas socialistas, pela forma como eles arregaçaram as mangas, foram ao encontro das pessoas (…) e deram segurança num momento tão critico como foi o da pandemia. Estou convicto que, no dia 26 à noite, o Partido Socialista continuará a ser o grande partido do poder local democrático, o partido em quem os portugueses e as portuguesas confiam e podem confiar”, sublinhou.

José Luís Carneiro enalteceu, depois, o trabalho desenvolvido pelos socialistas no concelho da Figueira da Foz nos últimos 12 anos e pelo executivo que é liderado, desde 2019, por Carlos Monteiro.

“Temos indicadores que há muito nos mostram que há uma apreciação muito positiva do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pelo Carlos Monteiro e pela sua equipa, que tiveram de fazer face a uma dívida gigante que aqui ficou, em que outros tiveram responsabilidades”, frisou. “Fizeram-no, têm contas em dia hoje, pagam a escassos dias a todos os seus fornecedores, prestigiaram o município e realizaram obra em setores vitais para a vida desta comunidade”, acrescentou José Luís Carneiro.

No percurso de cerca de 600 metros pela Rua da República e a Praça 8 de Maio, o dirigente socialista testemunhou “um grande apreço” e “uma relação de afetividade muito grande” da população para com o candidato socialista.

“Aquilo que vi foi manifestações de apoio e fundamentalmente a desejarem-lhe votos para que tenha a maioria absoluta. E, por outro lado, a ideia de que de ilusões está a Figueira cheia, porque acreditaram em ilusões no passado e essas ilusões deixaram ficar a situação financeira absolutamente destroçada, que condicionou muitas das opções de desenvolvimento deste município”, disse, afirmando que está “convicto” na vitória na Figueira da Foz, convicção que estendeu também à capital de distrito, por uma “vitória expressiva” de Manuel Machado em Coimbra.

Já na Praça 8 de Maio, junto à estátua de Manuel Fernandes Tomás, obreiro da revolução liberal de 1820 e natural da Figueira da Foz, José Luís Carneiro dirigiu-se ainda aos muitos dos presentes que acompanharam a comitiva, lembrando o “exemplo” do Patriarca da Liberdade e exortando “todos” a irem votar no domingo.

ARTIGOS RELACIONADOS