home

Espaço Cidadão no Hospital de Guimarães é o primeiro do país numa unidade de saúde

Espaço Cidadão no Hospital de Guimarães é o primeiro do país numa unidade de saúde

O Hospital da Senhora da Oliveira, em Guimarães, é a primeira unidade de saúde do país a dispor de um Espaço Cidadão. A inauguração foi feita, na passada quinta-feira, pela secretária de Estado da Inovação e da Modernização Administrativa, Maria de Fátima Fonseca.

Publicado por:

Acção socialista

Ação Socialista

Órgão Nacional de Imprensa

O “Ação Socialista” é o jornal oficial do Partido Socialista, cujo(a) diretor(a) responde perante a Comissão Nacional. Foi criado em 30 de novembro...

Ver mais

Notícia publicada por:

Espaço Cidadão - Hospital de Guimarães

Os profissionais de saúde deste hospital e os seus utentes têm agora acesso um acesso mais facilitado, próximo e cómodo a um conjunto de serviços públicos que o Espaço Cidadão oferece. Nos postos de atendimento, os cidadãos podem tratar de vários assuntos práticos, tais como tratar da sua Carta de Condução, solicitar nova senha ou uma caderneta predial junto da Autoridade Tributária, apresentar despesas junto da ADSE, tratar de assuntos relativos a emprego e formação profissional, alterar a morada do Cartão de Cidadão, solicitar o Cartão Europeu de Seguro de Doença ou realizar os serviços e-fatura, entre muitos outros.

Até ao final do ano, deverão abrir mais 15 novos Espaços Cidadão, os quais se juntarão aos atuais 783 que estão e funcionamento no país, onde o cidadão tem ao seu dispor 13 entidades e 52 serviços públicos. A rede Espaço Cidadão (EC) está implantada em 718 as freguesias e 12 municípios têm Espaços Cidadão móveis.

O Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) prevê a abertura de 20 novas lojas de cidadão, 300 novos EC e 12 EC Móveis, o que irá tornar mais fácil, cómodo e próximo o acesso das pessoas aos serviços públicos.

Face ao contexto pandémico, a rede Espaço Cidadão alargou a sua oferta de serviços e passou a permitir que as pessoas possam realizar o agendamento de vacina Covid-19 e a emissão de certificado digital COVID UE.

ARTIGOS RELACIONADOS