Academia Socialista, 6 a 10 de setembro – Évora

A Academia Socialista regressa entre 6 e 10 de setembro com 5 dias de formação política para 80 jovens, entre os 18 e os 30 anos. Esta segunda edição realiza-se em Évora e conta com a participação de dirigentes políticos e de personalidades dos diversos sectores da sociedade civil. O Secretário-Geral António Costa abre os trabalhos da Academia, na noite de 6 de setembro, assinalando a rentrée política do Partido, numa sessão aberta à participação de todos os militantes, no Évora Hotel, às 21h00, na qual também participam também Miguel Costa Matos, Elza Pais e Luís Dias. O Presidente Carlos César encerra os trabalhos ao final da manhã de domingo, às 12h00, numa sessão que conta ainda com a intervenção de Carlos Zorrinho.

Augusto Santos Silva intervém na abertura dos trabalhos do segundo dia (7 setembro, 10h00) sobre as responsabilidades da esquerda democrática na construção da União Europeia, o líder parlamentar, Eurico Brilhantes Dias, aborda a política económica de esquerda no Euro: o caso português, no terceiro dia (8 setembro, 10h00) e o Secretário-Geral Adjunto, João Torres, responde à questão Porque não há democracia sem Estado Social? no quarto dia (9 de setembro, 10h00).

No dia 7 de setembro, realidades e desafios da inteligência artificial serão discutidos pelo professor no Instituto Superior Técnico Pedro Lima, pela professora na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa Helena Moniz e pela especialista em comunicação, Catarina Peyroteo Salteiro, com a moderação de Porfírio Silva, membro do Secretariado Nacional e deputado.

O jurista Miguel Prata Roque, o deputado Pedro Delgado Alves e a eurodeputada Isabel Santos participam num debate sobre democracias em crise: superar o desinteresse e fazer frente aos populismos, moderado por Bruno Gonçalves, Secretário-Geral da União Internacional de Juventudes Socialistas. O dia termina com um painel dedicado à democratização da Cultura, pela voz de Pedro Adão e Silva e moderação de Ludgero Glórias.

Maros Sefcovic, vice-presidente da Comissão Europeia para o Pacto Ecológico Europeu, intervém na sexta-feira de manhã (10h30) num painel dedicado à União Europeia e os Estados-Membros: cooperação e desafios com a moderação da eurodeputada Maria Manuel Leitão Marques.

O diplomata Francisco Seixas da Costa, o eurodeputado Pedro Silva Pereira e a deputada Jamila Madeira (moderadora) debatem o Mundo hoje: da geopolítica ao multilateralismo. Haverá ainda um painel dedicado à Agenda do Trabalho Digno para os Jovens, no qual intervêm Ana Mendes Godinho e o CEO da DST, José Teixeira, moderado por Sérgio Monte, Secretário Nacional do PS para o Trabalho.

A saúde Mental, prioridade global é trazida ao debate com a participação da psiquiatra Ana Matos Pires e do psicólogo Francisco Rodrigues, com a moderação do eurodeputado João Albuquerque.

No dia 9, Marina Gonçalves, e Carla Tavares, presidente da Câmara Municipal da Amadora, debatem o papel do Estado na habitação, num painel moderado por Pedro Marques, deputado ao Parlamento Europeu.

A Transição Verde e a Lei do Restauro da Natureza serão discutidas num painel com César Luena, deputado europeu do PSOE, Tiago Brandão Rodrigues (atual deputado à AR), moderados pela eurodeputada Isabel Carvalhais.

O dia fecha com o debate sobre o Serviço Nacional de Saúde: que futuro? com Manuel Pizarro, a ex-ministra da Saúde, Ana Jorge e a moderação da eurodeputada Sara Cerdas.

Durante a Academia Socialista, haverá ainda três painéis dedicados aos 50 anos da história do PS. O primeiro focado na história do Partido com José Manuel dos Santos (moderação de Sofia Pereira e Frederico Martins), o segundo dedicado ao papel das mulheres na história do PS com Edite Estrela e Margarida Marques (moderação de Diogo Vintém) e na história de Mário Soares e Maria Barroso com Isabel Soares (moderação de Pedro Marques Gomes).

A Academia Socialista, promovida pelo Partido Socialista, pela Juventude Socialista e pelo Grupo dos Eurodeputados Socialistas Portugueses, destina-se a 80 jovens entre os 18 e os 30 anos que se identificam com a ação política do socialismo democrático e que manifestam interesse pela participação política e pela reflexão sobre os desafios presentes e futuros do nosso país, da Europa e do Mundo.

João Torres, Secretário-Geral Adjunto do PS, sublinha: “A Academia Socialista, na sua edição de 2023, continuará a afirmar-se como um espaço de formação e discussão política em torno de grandes temas da atualidade, sublinhando também as políticas públicas transformadoras e com resultados concretos que o PS tem implementado em Portugal. Neste ano em que assinalamos os 50 anos desde a fundação do PS, destacamos também alguns aspetos e elementos da sua história. A Academia Socialista é um projeto que pretendemos continuar a valorizar, dando a oportunidade a jovens de todo o País, militantes e não militantes, de ter contacto com personalidades políticas e da sociedade civil de grande relevo.”

Miguel Costa Matos, deputado e Secretário-Geral da Juventude Socialista, destaca: “A Academia Socialista o ano passado foi um marco de reflexão, debate e formação política, com uma importante abertura a cidadãos não-inscritos. Mais uma vez, os socialistas escolhem dedicar aos jovens o seu momento de rentrée política. É um orgulho para a JS coorganizar esta iniciativa com o Partido e o Grupo de Deputados ao Parlamento Europeu.”

Maria Manuel Leitão Marques, Presidente da Delegação Socialista Portuguesa no Parlamento Europeu, salienta: “É com muito gosto que a Delegação Socialista no Parlamento Europeu se associa uma vez mais à Academia Socialista. Honrando a origem do nome, a Academia tem sido um local de debate muito participado e com grande liberdade e pluralismo, onde todos contam com as suas diferentes opiniões.”

Date

06 - 10/Set/2023
Terminado

Time

10:00 - 21:00

Local Time

  • Timezone: America/New_York
  • Date: 06 - 10/Set/2023
  • Time: 05:00 - 16:00
QR Code