fbpx

PS acompanha renovação do estado de emergência e sublinha importância da responsabilidade coletiva


O Partido Socialista concorda com a renovação do estado de emergência por mais oito dias devido à pandemia de Covid-19, até ser possível reavaliar a situação epidemiológica e os efeitos da época festiva, divulgou ontem à noite o Secretário-geral adjunto do PS à saída de uma audiência com o Presidente da República, no Palácio de Belém, e apelou à responsabilidade coletiva durante os próximos dias.

“Em primeiro lugar, manifestamos concordância com a renovação do estado de emergência por oito dias até que os epidemiologistas, no âmbito do Infarmed, possam trazer-nos informação mais detalhada sobre os efeitos desta relativa proximidade que se pôde constituir entre o Natal e a passagem do ano”, referiu o dirigente socialista no final da audiência com o Presidente da República, acompanhado pela presidente do Grupo Parlamentar, Ana Catarina Mendes.

A avaliação da situação epidemiológica está agendada para dia 12 de janeiro em reunião no Infarmed e só nessa data “poderemos proceder a uma nova avaliação dos dados relativos ao modo como a pandemia tem vindo a ser objeto de controlo e também a capacidade de resposta do Serviço Nacional de Saúde”, explicou.

José Luís Carneiro sublinhou depois a “forma positiva como arrancou a campanha de vacinação, que permitiu não apenas antecipar o arranque da vacinação com os profissionais de saúde para o período entre o Natal e o ano novo, como hoje mesmo pôde encetar-se o processo de vacinação para os cidadãos que estão a viver nos estabelecimentos de solidariedade social”.

O também vice-presidente da bancada do PS apelou ainda à responsabilidade coletiva durante os próximos dias no âmbito da retoma de algumas atividades, principalmente o regresso às aulas: “Muitas das nossas crianças, adolescentes e jovens regressaram hoje ao seu processo escolar e é necessário que as famílias, os cidadãos, as instituições cuidem de toda a responsabilidade, que é individual e é coletiva”.

Governo dá parecer favorável

Já esta terça-feira, reunido em Conselho de Ministros, o Governo deu parecer favorável ao decreto presidencial que propõe a renovação do estado de emergência, a vigorar entre 8 e 15 de janeiro, devendo apreciar na quinta-feira, após autorização parlamentar, as eventuais medidas para este novo período.

Amanhã, quarta-feira, o Parlamento tem agendado o debate sobre o pedido de autorização da renovação do estado de emergência, que vigora atualmente até dia 7 de janeiro.