fbpx

PS apoia medidas de confinamento e sublinha importância de apoio às pessoas e à economia


O Secretário-geral do PS, José Luís Carneiro, defendeu hoje que os socialistas apoiam a adoção de medidas “mais restritivas de confinamento” para responder à evolução da pandemia de Covid-19, reiterando que a mesma corresponde a uma posição consensual.

“Não há dúvidas da necessidade de se adotarem medidas mais restritivas de confinamento”, afirmou o dirigente socialista, no final da reunião sobre a evolução da situação epidemiológica no país, realizada no Infarmed, em Lisboa.

José Luís Carneiro destacou, por outro lado, a inexistência de consenso entre os especialistas quanto à necessidade de interromper as aulas presenciais nas escolas, defendendo, sobre este tema específico, que todos os fatores “têm que ser muito ponderados para garantir o equilíbrio para uma boa decisão” da parte do Governo.

O dirigente e deputado socialista considerou ainda, face a um cenário de novo confinamento geral, que deverá ser anunciado na quarta-feira, a par da renovação do estado de emergência, serem necessárias medidas de apoio às pessoas e à economia.