fbpx

Comunicado da Comissão Permanente do Partido Socialista


Como hoje é tornado público num jornal nacional, a carta entregue por André Ventura ao representante da República nos Açores, revela o que já se sabia: a existência de um compromisso nacional do PPD/PSD de que será apresentada no Parlamento uma proposta de revisão da Constituição tendo em vista uma “profunda reforma no sistema de justiça” e uma reforma do sistema político.

Esta confirmação, através de André Ventura, revela uma nova faceta no PSD e em Rui Rio: a de um PSD capaz de vender a alma ao diabo (hipotecando-se a propostas de reposição da barbárie, como a prisão perpétua ou a  castração química) para atingir o exercício do poder; revela também um Rui Rio capaz de recorrer à linguagem dúplice para esconder a verdade dos Portugueses sobre o seu acordo com o Chega e, por último , mas não menos importante, a revelação de um  PSD capaz (sendo o primeiro a fazê-lo, mesmo na sua família política)  de dar o seu patrocínio político à normalização de propostas populistas, xenófobas e contra civilizacionais.

Por tudo isto, Rui Rio e o PPD/PSD merecem uma severa censura política, quer por duplicidade com os Portugueses, quer por cumplicidade com a extrema direita xenófoba.

O PS tudo fará – como sempre fez – para combater xenofobia, o racismo e o populismo, continuando a propor e promover políticas públicas de integração, de acolhimento e de proteção dos mais vulneráveis. É propondo, em compromisso com a democracia e com o estado de direito (e não estendendo a mão), que se combate o populismo e o radicalismo.