fbpx

Partido Socialista lamenta morte de António Saleiro


O Partido Socialista manifesta profundo pesar pela morte de António Manuel do Carmo Saleiro, endereçando à sua família as mais sinceras condolências.

Natural de Almodôvar, no seu Baixo Alentejo, António Manuel do Carmo Saleiro foi deputado à Assembleia da República pelo círculo eleitoral de Beja, na III, VII e VIII legislaturas, num percurso de vida empresarial, cívica, política e académica intenso e marcado pela defesa do desenvolvimento regional.

António Saleiro foi também presidente da Câmara de Almodôvar, entre 1982 e 1995, membro efetivo na Conferência Permanente dos Poderes Locais e Regionais da Europa, em Estrasburgo, e Governador Civil de Beja, entre 1995 e 1997.

Empresário, foi presidente da Associação Comercial do Distrito de Beja, entre 2005 e 2008, e era atualmente presidente da mesa da Assembleia Geral da Santa Casa da Misericórdia de Almodôvar.

António Saleiro era mestre em Direito, pós-graduado em Administração Pública e Direito Público Económico, jurista e Professor de Direito no Instituto Superior Manuel Teixeira Gomes, do Grupo Lusófona, em Portimão.

Em 2018, fruto da experiência autárquica e académica, publicou a obra “O Mito do Poder Local- Manual para autarcas e estudantes”, em que apresentava a sua visão sobre as autarquias locais, o seu funcionamento e as interações com os cidadãos.

António Saleiro distinguiu-se sempre na luta pela região de onde era natural, tendo sido uma voz ativa na defesa do mundo rural, mas sempre na busca da convergência e do consenso.

É com tristeza que o Partido Socialista recebe a notícia da partida prematura deste seu militante e dirigente, não podendo deixar de enaltecer o seu contributo para a construção do Portugal democrático.