fbpx

Governo quer aprovar totalidade dos fundos comunitários até ao final de 2019


«O Portugal 2020 tem vindo a consolidar a sua posição, quer a nível europeu, mantendo a liderança da execução a nível da União Europeia, mas também atingindo um valor já de mais de 80% das verbas aprovadas», afirmou o Ministro do Planeamento, Nelson de Souza, referindo-se ao quadro de fundos comunitários para o quadriénio 2016-2020.
Estas declarações foram feitas após uma reunião do Conselho Regional do Alentejo, realizada na Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional, em Évora.
«Estes números que fazem com que seja absolutamente verosímil o nosso objetivo de aprovar a totalidade dos fundos do Portugal 2020 durante este ano», acrescentou o Ministro.
Nelson de Souza reafirmou, tal como já tinha dito em junho, que – além dos mais de 80% das verbas aprovadas, o que ronda os 20 mil milhões de euros, distribuídos por perto de 40 mil beneficiários – a taxa de execução do Portugal 2020 ronda os 40%.
Quanto ao programa operacional regional Alentejo 2020, que foi um dos assuntos que esteve em análise na reunião do Conselho Regional, o Ministro realçou a «franca evolução» da sua aplicação: 
«Nos últimos meses, quer o nível de aprovações, quer o nível de execução, os fundos têm vindo a sofrer uma evolução bastante favorável, o que leva a que o programa operacional do Alentejo se situe hoje muito próximo da média» dos seus congéneres no território continental, concluiu.