fbpx

Governo aplica fundos comunitários na modernização de escolas


Modernizar 13 estabelecimentos de ensino o objetivo do Governo socialista ao avançar com a assinatura de acordos de colaboração com dez municípios no valor de 14 milhões de euros provenientes de fundos comunitários.

No total, os acordos a celebrar contemplam a modernização de 200 escolas num investimento global de 236 milhões de euros provenientes de fundos comunitários e do Orçamento do Estado.

A cerimónia, que decorreu recentemente na Amadora, contou com a presença dos ministros da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, e do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, incluindo representantes dos municípios de Alcobaça, Almada, Amadora, Batalha, Figueira da Foz, Mealhada, Odivelas, Sardoal, Torres Novas e Torres Vedras.

O acordos recém-assinados vão permitir a realização de obras em escolas do segundo e terceiro ciclos do ensino básico e secundário, beneficiando um total de 9199 alunos.

“Esta é a segunda cerimónia que estamos a realizar e estamos muito contentes porque vai permitir a execução estável destes fundos e melhorar a qualidade da execução destes investimentos”, afirmou Tiago Brandão Rodrigues, garantindo que o Governo “não ficará descansado enquanto houver escolas antigas a precisar de ser modernizadas”.

“Queremos escolas renovadas que proporcionem oportunidades para todos”, declarou.

Já o titular da pasta do Planeamento e das Infraestruturas referiu-se ao “forte impacto no crescimento económico e no investimento público” que estas intervenções têm.

“Vai criar muitos postos de trabalho e dar um enorme impulso ao investimento económico”, destacou Pedro Marques.

In Acção Socialista