fbpx

Homenagem a João Cravinho


Caro João,

Ainda nos Açores, não chegarei a tempo deste almoço onde muito gostaria de estar para lhe dar pessoalmente um festivo abraço de celebração destes seus 80 anos.

Neste abraço celebro a inesgotável militância que iniciou no combate contra o Decreto 40.900, como dirigente académico do Técnico e que o continuará a animar.

Celebro o orgulho pela forma como sempre nos representou em todos os cargos politicos que exerceu, no Governo, na Assembleia da Republica, no Parlamento Europeu.

Mas permita-me que celebre sobretudo algo mais pessoal, que é o que mais lhe admiro das suas muitas qualidades. A sua energia criativa, a capacidade de estar permanentemente a inventar propostas, ideias, soluções. Bem sei que esta torrencial imaginação nem sempre foi bem entendida. Mas é a resposta da inteligência à inquietação de encontrar resposta, de não desistir perante a dúvida, de não se conformar em face do desafio.

É por isso que precisamos que continue a pensar e criar, porque o que não faltam são desafios que precisam da sua inteligência em ação.

Um abraço deste seu amigo e camarada,

António Costa