home

Documentos

O Partido Socialista é uma organização política de homens e mulheres, empenhada na construção de uma sociedade livre, igualitária, solidária, económica e socialmente desenvolvida, ecologicamente sustentável, cuja ação está enquadrada na sua declaração de princípios e nas moções aprovadas nos Congressos Nacionais.

Declaração de Princípios aprovada pelo XIII Congresso do PS em novembro de 2002

Programa do XXII Governo Constitucional, o segundo mandato de António Costa como Primeiro-ministro.

Moção Política de Orientação Nacional apresentada por António Costa no XXII Congresso Nacional do Partido Socialista, em maio de 2018.

Moção apresentada por António Costa no XX Congresso Nacional do Partido Socialista, em novembro de 2015.

Internacional Socialista

 

Letra:

A pé, ó vítimas da fome
Não mais, não mais a servidão
Que já não há força que dome
A força da nossa razão

Pedra a pedra, rua o passado
A pé trabalhadores irmãos!
Que o mundo vai ser transformado
Por nossas mãos, por nossas mãos

Bem unidos façamos,
Nesta luta final,
Uma terra sem amos
A Internacional

Bem unidos façamos,
Nesta luta final,
Uma terra sem amos
A Internacional

Não mais, não mais o tempo imundo
Em que se é o que se tem
Não mais o rico todo o mundo
E o pobre menos que ninguém

Nunca mais o ser feito de haveres
Enquanto os seres são desfeitos
Não mais direitos sem deveres
Não mais deveres sem direitos

Bem unidos façamos,
Nesta luta final,
Uma terra sem amos
A Internacional

Bem unidos façamos,
Nesta luta final,
Uma terra sem amos
A Internacional

Já fomos Grécia e fomos Roma
Tudo fizemos, nada temos
Só a pobreza que é a soma
Dessa riqueza que fizemos

Nunca mais no campo de batalha
Irmãos se voltem contra irmãos
Não mais suor de quem trabalha
Floresça em fruto noutras mãos

Bem unidos façamos,
Nesta luta final,
Uma terra sem amos
A Internacional

Bem unidos façamos,
Nesta luta final,
Uma terra sem amos
A Internacional

Bem unidos façamos,
Nesta luta final,
Uma terra sem amos
A Internacional.

Socialismo em Liberdade

 

Letra:

Levanta a voz, camarada,
Vem cantar nossa vitória,
Bandeiras rubras são história,
Nossa luta é tudo ou nada,

Se nas fábricas e nos campos,
Camaradas somos o povo,
Todos juntos somos tantos,
Pra fazer um país novo!

(refrão)

Nem capital nem ditaduras!
Nem monopólios nem torturas!
A vitória duma vontade,
Socialismo em liberdade!

Nem capital nem ditaduras!
Nem monopólios nem torturas!
A vitória duma vontade,
Socialismo em liberdade!

Somos a força que trabalha,
Não queremos mais exploração,
Ponhamos fim à opressão,
Ganhemos esta batalha,

Para todos igualdade,
No paz no pão e na riqueza,
Temos connosco a certeza,
De lutar pela verdade,

Nem capital nem ditaduras!
Nem monopólios nem torturas!
A vitória duma vontade,
Socialismo em liberdade!

Nem capital nem ditaduras!
Nem monopólios nem torturas!
A vitória duma vontade,
Socialismo em liberdade!

Nem capital nem ditaduras!
Nem monopólios nem torturas!
A vitória duma vontade,
Socialismo em liberdade!