fbpx

PS homenageia conquistas dos trabalhadores e sublinha valorização do diálogo social


O Secretário-geral adjunto do PS, José Luís Carneiro, dirigiu no sábado o tradicional “cumprimento institucional” à CGTP antes da manifestação do Dia do Trabalhador, em Lisboa, para “homenagear os trabalhadores e trabalhadoras” e sublinhar a importância do “diálogo social”, uma mensagem que os dirigentes socialistas levaram, igualmente, ao encerramento da sessão comemorativa do 1º de Maio organizada pela UGT.

José Luís Carneiro, que liderou a delegação socialista, acompanhado por Fernando Gomes, dirigente da central sindical, e por Susana Ramos, secretária nacional para a área do Trabalho, salientou a importância das “conquistas dos trabalhadores e a dignificação das condições laborais” saídas do 25 de Abril de 1974 e da democratização do país, considerando “importante reforçar esse compromisso relativamente ao futuro”.

Sublinhando que esse compromisso assume ainda maior força num momento em que o país enfrenta a crise provocada pela pandemia de Covid-19, o dirigente socialista enfatizou que a resposta à atual crise, por parte do Governo do PS, foi muito diferente da resposta anterior dada pelo executivo PSD/CDS, que chegou a apelar, recordou, “à emigração dos mais jovens”.

Para José Luís Carneiro, a presença dos socialistas “é a demonstração de que o PS valoriza o diálogo social e que encontra no diálogo com os sindicatos um importante alicerce do progresso social e das condições de vida dos trabalhadores”, a par da valorização do “diálogo social” e da “concertação social”.