fbpx

António Costa prepara Cimeira Social do Porto com sindicatos europeus


O primeiro-ministro português, António Costa, e o presidente da Confederação Europeia de Sindicatos (CES), o italiano Luca Visentini, reuniram-se hoje, por videoconferência, para prepararem propostas de desenvolvimento do pilar social da União Europeia, que deverão ser aprovadas na cimeira do Porto em maio.

“Concordámos que é urgente pôr em marcha a recuperação económica, ancorada em transições climática e digital justas, associadas à implementação do pilar social da União Europeia, que criem novas oportunidades para todos”, assinalou António Costa.

O líder do Governo de Portugal, país que assume a presidência do Conselho da União Europeia até junho deste ano, acrescentou ainda, na sua mensagem, que espera uma “participação ativa dos parceiros sociais” na Cimeira Social do Porto, que se centrará “no emprego, nas qualificações e inovação e na proteção social”.

Recorde-se que no início do ano, após uma reunião da presidência portuguesa com o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, em Lisboa, António Costa afirmou que a existência de avanços no pilar social da União Europeia é essencial para combater os populismos e responder aos receios dos cidadãos.

“No dia seguinte [à realização da Cimeira Social], no dia 8 de maio, também no Porto, haverá um Conselho informal, onde será trabalhada uma declaração que reafirme o compromisso de todos os Estados-membros no sentido de desenvolver este pilar social – um pilar que não vale por si só, mas que deve ser encarado como uma base sólida para dar confiança a todos os cidadãos”, disse então o líder do Governo português.