fbpx

Carta de condução vai ser mais segura e com novas funcionalidades


O Governo apresentou o novo modelo de carta de condução, que incorpora um conjunto de novas funcionalidades digitais, oferecendo também maiores garantias de segurança anti-cópia.

Na apresentação do novo modelo, em Lisboa, o secretário de Estado das Infraestruturas, Jorge Delgado, salientou que o documento apresenta um novo design, através de técnicas de impressão offset e serigrafia, o que permite aumentar a segurança. “Os guilhoches, os microtextos e as linhas de espessura variável, e a Multiple Laser image são tudo elementos que conferem a esta nova carta essa maior segurança”, especificou.

De acoro com o governante, esta alteração introduz ainda novidades, como o QR Code, “que permitirá no futuro também ter a carta de condução no telemóvel”, preparando “o caminho do mundo físico para o digital”.

“Este código de barras bidimensional permite que a carta seja facilmente lida através de um smartphone e permitirá no futuro muitas funcionalidades ao nível do IMT online que estão agora a ser preparadas”, acrescentou.

Produzida na Imprensa Nacional – Casa da Moeda desde a década de 60, a carta de condução é um documento que conta, até aos dias de hoje, com inúmeras alterações. Desde o material aos sistemas de segurança como os hologramas, passando por mudanças na informação apresentada, como foi o caso do desaparecimento da morada do condutor no documento. Os inúmeros elementos que a compõem têm sido ao longo dos anos renovados de forma a garantir a segurança do documento e dos dados numa área tão relevante.