fbpx

‘Mário Soares e a Europa’ em plataforma digital


A Fundação Mário Soares e Maria Barroso lançou, por ocasião dos 35 anos da adesão de Portugal às Comunidades Europeias, a plataforma digital ‘Mário Soares e a Europa’, que disponibiliza um acervo de documentos e conteúdos inéditos para divulgação e conhecimento sobre o papel e o legado do antigo chefe de Governo e de Estado português para a afirmação do projeto europeu.

Através deste portal é possível visitar a exposição virtual ‘Mário Soares: Patrono do Colégio da Europa’; explorar documentos, fotografias e vídeos do Arquivo da Fundação; descobrir os principais momentos da sua vida e do seu percurso europeu; conhecer a vasta e diversificada obra publicada por Mário Soares, em particular os seus textos sobre a Europa, na defesa e afirmação dos valores democráticos, de união e cooperação no contexto europeu.

O pensamento e a reflexão sobre a Europa evidenciam-se desde cedo na sua vida, recuando ao período de oposição ao Estado Novo, em particular a sua experiência no exílio, consolidando após o 25 de Abril esta aspiração europeísta: é Mário Soares quem pede e negoceia a adesão de Portugal às Comunidades Europeias e, em 1985, assina o tratado de adesão.

Recusando que a União Europeia se resumisse a uma soma de interesses e rivalidades dos Estados-membros, guiada por critérios económico-financeiros, Mário Soares defendeu sempre, pelo contrário, uma Europa independente, coesa e unida em torno de um projeto sólido para o futuro, o fortalecimento dos Estados Sociais e o respeito inabalável pelos direitos humanos, um legado que importa hoje, mais do que nunca, revisitar.

A plataforma ‘Mário Soares e a Europa’ é feita com a colaboração científica da Faculdade de Ciências e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, através do HTC – História, Território e Comunidades/CFE, e apoiada pela Estrutura de Missão para a Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia.

Patrono do Colégio da Europa

Mário Soares é também a grande figura do ano académico do Colégio da Europa, que atribuiu ao antigo chefe de Governo e Presidente da República português a distinção de “patrono académico“ no presente ano de 2020.

A sessão de abertura do ano académico 2020-2021 realiza-se esta terça-feira, dia 13 de outubro, em Bruges, com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

“Esta homenagem é particularmente significativa para nós, um justo reconhecimento da sua contribuição para o projeto europeu. Constitui também uma oportunidade única para inspirar as novas gerações para a defesa e promoção de uma cidadania ativa e de um compromisso social apostado em valores e práticas de tolerância, solidariedade, justiça, igualdade e reconciliação, presentes e observados na vida, ação e obra de Mário Soares”, testemunha Isabel Soares, presidente da Fundação Mário Soares e Maria Barroso,

Até ao final do ano, a Fundação promoverá ainda uma exposição dedicada ao papel de Mário Soares na adesão de Portugal à Europa.