fbpx

Creches reabriram “de forma tranquila” em todo o país


A reabertura das creches decorreu “de forma tranquila e generalizada por todo o país”, com cerca de 70% dos estabelecimentos a retomarem a atividade na segunda-feira, adiantou a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, acrescentando que há muitas que têm abertura programada “ao longo dos próximos dias”.

“O que se sentiu em todo o país foi esta reabertura de forma tranquila, com um ambiente de cautela por parte de todos, implementando as medidas de prevenção, mas também de confiança por parte da comunidade. O que sentimos hoje foi que ainda tivemos um número de crianças inferior à capacidade das creches, com muitos dos país ainda a avaliarem este reinício, com a previsão de até 1 de junho irem retomando e recolocando os filhos nas creches”, disse a governante, salientando que a possibilidade de manter o apoio à família até final de maio permite aos pais programar um regresso das crianças às creches de forma faseada.

Ana Mendes Godinho assinalou também que foram já efetuados 26 mil testes de despiste à Covid-19 aos trabalhadores das creches, dos quais 0,3% com resultado positivo, “o que mostra que é uma situação muito residual”.

Relativamente ao programa de formação acordado com as creches do setor social e com as instituições privadas, ministra disse também que não recebeu qualquer “sinalização de problemas” por parte das instituições na aplicação das orientações da Direção-Geral da Saúde.

Já sobre o retomar das visitas aos lares de idosos, que também passaram a ser autorizadas a partir de segunda-feira, Ana Mendes Godinho disse estar ainda a fazer o balanço do primeiro dia. A ministra referiu igualmente que foram realizados 65 mil testes de despiste a trabalhadores destas valências, dos quais 0,4% deram positivo, uma média também residual.