fbpx

Direção-Geral da Saúde lança manual para orientar consumo e compra de alimentos


A Direção-Geral da Saúde (DGS) lançou hoje um manual que, além de reforçar a importância das “boas práticas de higiene e segurança” para prevenir a covid-19, esclarece dúvidas e sugere várias orientações para o consumo, planeamento e compra de alimentos.

Subdividido em temas, o documento esclarece não existir transmissão através dos alimentos, sugerindo orientações para o planeamento e a compra de alimentos e seis passos para uma alimentação saudável.

De acordo com a DGS, a evidência científica indica que os alimentos “não são uma via de transmissão”, mas recomenda reforços nas “boas práticas de higiene e de segurança”, especialmente no momento da compra dos alimentos, nomeadamente no que respeita à etiqueta respiratória, a cumprir as distâncias de segurança e a evitar o manuseamento excessivo .

Recomendando a redução “da frequência da ida às compras e um maior planeamento”, o manual sugere o cumprimento da lista de compras, a escolha de produtos e alimentos com um prazo de validade mais longo e a compra de produtos frescos.

Além destas medidas, o documento propõe ainda um ‘kit’, isto é, indica os alimentos e quantidades que são necessárias para assegurar a alimentação durante um período de 15 dias. Os alimentos seguem as orientações da roda dos alimentos e a quantidade é deixada à consideração da população, uma vez que depende da “capacidade de armazenamento” de cada família.

Paralelamente, o manual propõe “seis passos para uma alimentação saudável”, tendo por base a necessidade de a população “manter as rotinas e os horários das refeições”, bem como o aproveitamento do tempo.

Além destas duas orientações, o documento esclarece também que alimentos podem reforçar o sistema imunitário, dedicando particular atenção aos cuidados inerentes ao aleitamento materno e ao estado nutricional da população mais idosa. Entre outras questões, o manual recomenda que este grupo etário consuma duas a três porções de fruta por dia, que a sopa de hortícolas esteja presente nas duas refeições diárias e que devem consumir carne, pescado e ovos nas duas refeições.