fbpx

Nota de pesar por Diogo Freitas do Amaral


O Partido Socialista manifesta o seu profundo pesar pela morte do professor Diogo Freitas do Amaral, relevando o seu importante contributo para a consolidação do regime democrático em Portugal no período que se seguiu ao 25 de abril de 1974.

Freitas do Amaral foi um lídimo representante da democracia-cristã europeia em Portugal, movimento político que foi, a par do socialismo democrático e social-democracia, fundamental na construção do modelo social europeu das últimas décadas. Esse foi o ideário que sempre seguiu, o que lhe valeu algumas incompreensões. Freitas do Amaral foi ainda um eminente jurista e professor universitário, com vasta e reputada obra.

A memória de Diogo Freitas do Amaral, quer como adversário político – que travou com Mário Soares uma das mais épicas batalhas eleitorais da história da Democracia portuguesa – quer nos momentos de convergência, suscita ao Partido Socialista um sentimento de profundo respeito, que queremos sublinhar neste momento de perda para Portugal e para os democratas portugueses.

O Partido Socialista apresenta à sua família as mais sentidas condolências, neste momento particularmente difícil.

Lisboa, 3 outubro 2019