fbpx

Costa pede “força suficiente e necessária” para o PS fazer mais e melhor.


O secretário-geral do PS, António Costa, afirmou hoje que as eleições não se ganham nas sondagens mas nas urnas e apelou para a mobilização de modo a garantir a vitória nas legislativas do dia 06 de outubro.

“Toda a gente discute nas televisões as boas sondagens que apontam para uma vitória do Partido Socialista e nós batemo-nos por ter uma grande vitória no próximo dia 06 de outubro. Mas há uma coisa que nenhum de nós se pode esquecer, nunca. As eleições não se ganham nas sondagens ganham-se nas urnas. As eleições não se ganham por antecipação, as eleições ganham se no dia 06 de outubro”, alertou António Costa.

O secretário-geral do PS, que discursava num almoço-comício em Castelo Branco, apelou para a mobilização de todos nas próximas três semanas.

“Temos todos que nos manter mobilizados e a mobilizar os nossos amigos, os nossos colegas e os nossos familiares, porque aquilo que temos que garantir não são vitórias nas sondagens, são vitórias nas eleições e é por isso que nos estamos a bater”, sustentou.

António Costa sublinhou que o PS cumpriu com o que prometeu e adiantou que quer e pode fazer ainda mais e melhor.

“E, para podermos fazer mais e melhor, precisamos que deem mais força ao partido socialista, porque é o partido socialista o garante da continuidade responsável das boas práticas que ao longo destes quatro anos deram bons resultados. E aqueles que há quatro anos duvidaram que fosse possível hoje podemos dizer sim, foi possível”, afirmou.

O secretário-geral do PS voltou a reforçar e a insistir que, nos próximos quatro anos, será possível “fazer ainda mais e melhor”.

Mas, para isso, pediu que deem a “força suficiente e necessária” para o PS fazer mais e melhor.