fbpx

Centeno destaca valor para o país do aumento da confiança das agências de notação


O ministro das Finanças congratulou-se hoje, em Helsínquia, com a melhoria da perspetiva sobre o ‘rating’ (avaliação) de Portugal pela agência de notação Standard & Poor’s (S&P), e disse que o país deve ter noção da importância destes “momentos”.

À chegada a uma reunião de ministros das Finanças da União Europeia, Mário Centeno, reagindo à “mudança para uma perspetiva positiva a notação da dívida da República Portuguesa pela agência S&P”, anunciada na sexta-feira à noite, começou por comentar que se trata de “mais uma boa notícia sobre a confiança, a credibilidade do processo económico, financeiro e orçamental em Portugal”.

“Esta confiança que obtemos destas agências internacionais faz com que, neste momento, todas essas agências tenham uma perspetiva positiva sobre essa notação, o que perspetiva de certa forma que no curto prazo possam existir melhorias da notação propriamente dita”, declarou.

Atribuindo a revisão da perspetiva do ‘rating’ à melhoria de indicadores como o investimento, a confiança dos consumidores e o emprego, o ministro das Finanças sublinhou a importância que o aumento da confiança das agências de notação internacional tem para o país, e não apenas para o Estado.

“É muito importante que o país viva estes momentos e que perceba o valor que estes momentos têm para os custos de financiamento da economia portuguesa, que não são apenas exclusivos do Estado, são também para as famílias e para as empresas. Talvez seja essa se calhar até a melhor noticia que essa classificação coloca”, argumentou.