fbpx

Governo dá parabéns ao Sindicato Independente por desconvocar greve


O ministro das Infraestruturas deu hoje os parabéns ao Sindicato Independente dos Motoristas de Mercadorias (SIMM) pela desconvocação da greve, apelando ao Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) que faça o mesmo e se junte às negociações.

Pedro Nuno Santos falava aos jornalistas no Ministério das Infraestruturas e Habitação, em Lisboa, local onde hoje à noite decorreu uma reunião e no final da qual foi anunciado pelo Sindicato Independente dos Motoristas de Mercadorias (SIMM) que tinha decidido desconvocar a greve e partir para o processo negocial.

“A Fectrans escolheu a via negocial e conseguiu resultados, o SIMM decidiu-se pela via negocial e, portanto, pretende obviamente conseguir avanços. Falta o SNMMP. Nós fazemos o apelo ao Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas para que desconvoque a greve e se junte a este processo negocial. É o que todos esperamos, é o que todos os portugueses esperam”, apelou.
Para o ministro, “o SIMM está de parabéns por ter dado este passo e ter-se juntado ao processo negocial com vista a melhorar e a dignificar a profissão de motorista”.
“Falta o SNMMP, que ainda hoje desafiou a Antram para uma mediação sem desconvocação de greve. Não é suficiente. Qualquer negociação, para nós conseguirmos fazê-la em ambiente saudável e conseguirmos progredir e ter resultados, não podemos estar sob uma greve”, disse.
Por isso, prosseguiu Pedro Nuno Santo, “é fundamental que, sendo a opção e a vontade do sindicato o diálogo, a negociação, que desconvoque a greve e se junte ao processo negocial”, sendo “isso que esperam todos os portugueses”.