fbpx

Ministra elogia pioneirismo da Universidade de Aveiro na integração de migrantes


A ministra da Presidência e da Modernização Administrativa elogiou hoje a Universidade de Aveiro (UA) por ter sido a primeira instituição de ensino superior a ter um Centro Local de Apoio à Integração de Migrantes (CLAIM).

“A UA é pioneira, mas estou certa de que é só mesmo o primeiro destes centros, porque outras universidades procurarão seguir esta ideia”, disse Mariana Vieira da Silva, durante a inauguração deste CLAIM.

No seu discurso, a governante referiu que estes centros se destinam a todos os migrantes, contrariamente à ideia que passa, muitas vezes, de que são para pessoas “com menos apoios, que são menos escolarizadas, que chegam a Portugal às vezes em situações até irregulares, que trabalham em trabalhos não especializados”.

“Uma visão de integração de todos no nosso país não é uma visão para nenhum tipo de migrante – é uma visão para todos os migrantes. E, portanto, estar aqui a abrir este centro, numa Universidade onde as pessoas que chegam de outros países são pessoas mais qualificadas que vêm em busca da internacionalização do ensino superior, é um excelente sinal”, afirmou.

Mariana Vieira da Silva destacou ainda o facto de este ser o centésimo centro a abrir portas em todo o país, considerando “importantíssima” esta capacidade de “responder em proximidade aos problemas de integração”.

“Um país que sabe que só responde ao desafio demográfico com imigração, que só melhora o seu ensino superior com internacionalização e que só é melhor com integração é um país que hoje só pode estar feliz”, afirmou.