PS aberto ao diálogo sobre Justiça com PSD mas com prioridade ao parlamento


A secretária-geral-adjunta do PS mostrou-se aberta ao diálogo sobre o pacto de Justiça proposto pelo PSD, mas disse que agora é o tempo do parlamento, após uma reunião com a ministra da Justiça, em Lisboa.

“O PS sempre esteve e continuará a estar disponível para o diálogo construtivo”, disse Ana Catarina Mendes, depois de um encontro com Francisca Van Dunem, no Ministério da Justiça, para falar sobre o documento apresentado pelos sociais-democratas para uma reforma daquele setor de atividade.

Para a deputada socialista, “a matéria da Justiça requer ponderação, serenidade e tempo” e “algumas das propostas centrais que estão neste compromisso para a Justiça apresentado pelo PSD requerem uma revisão constitucional e este não é o tempo para uma revisão constitucional porque estamos a entrar no último ano da legislatura”.

“Outras matérias estão já a ser preparadas e discutidas pelo Governo, quer seja as leis orgânicas das carreiras profissionais, lei da Polícia Judiciária ou o acesso à Justiça, por isso, este é o tempo do parlamento e de olhar para e falar sobre as propostas em concreto, garantindo sempre a Justiça aos cidadãos”, concluiu.