Conferência Socialista 2018 | As Liberdades hoje | Velhos e novos riscos, desafios e progressos


Esta sexta-feira e sábado, dias 12 e 13 de outubro, o Partido Socialista organiza a “Conferência Socialista 2018 – As liberdades hoje – Velhos e novos riscos, desafios e progressos”, na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, para a qual contamos com a presença de todos.

Para o Partido Socialista a liberdade é um fim em si mesmo e, com a igualdade e a solidariedade, um dos valores fundamentais que sempre tem orientado a sua ação. Por isso, os socialistas são democratas radicais, pois entendem que não há alternativa para a democracia, como regime político baseado na liberdade e na escolha popular.

Hoje, quando voltam a despertar as ameaças do autoritarismo e do populismo, ao mesmo tempo que novos riscos emergem associados a tentações totalitárias no uso das novas tecnologias, os socialistas reafirmam a sua oposição, sem ambiguidades, aos velhos e novos inimigos das liberdades e da democracia.

Contam-se entre os oradores Miguel Cabrita, Secretário de Estado do Emprego, Augusto Santos Silva, Ministro dos Negócios Estrangeiros, João Tiago Silveira, diretor do Gabinete de Estudos do PS, Graça Fonseca, Secretária de Estado Adjunta e da Modernização Administrativa, Constança Urbano de Sousa, Sérgio Sousa Pinto e Alexandre Quintanilha, deputados à Assembleia da República. Contamos também com a intervenção de Anabela Mota Ribeiro, jornalista, e Irene Pimentel, historiadora.

A sessão de abertura será às 10h30, de sábado, por Fernando Medina, presidente da Câmara Municipal de Lisboa que acolhe a iniciativa; por Duarte Cordeiro, às 15h, estando a sessão de encerramento prevista para as 18h15, pela Secretária-Geral adjunta, Ana Catarina Mendes.