fbpx

Programa de 200 milhões de euros para apoiar empresas inovadoras


O Governo decidiu investir 200 milhões de euros do Estado num programa de coinvestimento para empresas inovadoras que precisam de capital de risco. O anúncio foi feito, no âmbito da Web Summit, pelo primeiro-ministro.

Na sessão de abertura da Venture Summit, no âmbito da Web Summit, António Costa afirmou que “o Estado põe 200 milhões de euros, mas quem decide a sua aplicação são os investidores internacionais ou nacionais que escolhem as melhores empresas, os melhores projetos, a quem é necessário assegurar ‘venture capital’ [capital de risco] para poderem arrancar e desenvolver a sua atividade”.

O governante advogou que este instrumento foi criado porque “muitas empresas em Portugal, sobretudo nos sectores mais inovadores e mais disruptivos, da robótica à biotecnologia, têm encontrado dificuldades em encontrar financiadores que estejam capacitados e aptos a perceber os novos desafios e as novas oportunidades dos novos negócios”.
António Costa fez uma curta intervenção no início do evento que decorreu no Palácio de Xabregas, em que intervieram igualmente o presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, e o fundador da Web Summit, Paddy Crosgrave.

Aos jornalistas, o secretário de Estado da Indústria, João Vasconcelos, explicou que o programa prevê 50% de financiamento público e 50% privado, perfazendo, assim, 400 milhões de euros para investimento em empresas de base científica e tecnológica.

O programa recorre a fundos comunitários e comparticipação nacional, “instrumentos financeiros que estão previstos no programa 2020”, declarou.

“Isto é histórico, não compara com nada, mesmo em termos europeus. Vai tornar-nos um dos países mais avançados em termos de instrumentos”, declarou, sublinhando que estará aliado ao programa Semente, que está no Orçamento do Estado, “de benefício fiscal para o jovem investidor, para quem investe até 100 mil euros numa empresa, que pode deduzir em sede de IRS esse investimento”.

A Web Summit é uma conferência global de tecnologia, inovação e empreendedorismo, que arranca hoje em Lisboa, onde são aguardados mais de 50 mil participantes, de mais de 165 países, incluindo mais de 20 mil empresas, 7 mil presidentes executivos e 700 investidores.

promo-programa-200m5968