fbpx

Pedro Marques destaca “o grande esforço” dos bombeiros e da Proteção Civil


Pedro Marques assegurou hoje que se está a fazer “o melhor possível, em condições difíceis”, para enfrentar os incêndios florestais.

O governante destacou “o grande esforço” dos bombeiros e da Proteção Civil no combate aos incêndios que lavram um pouco por todo o país, considerando que os meios existentes são “adequados para uma época de incêndios normal”.

A palavra é de encorajamento e de agradecimento a profissionais incríveis e voluntários que estão por todo o país a fazer tudo para debelar o mais rapidamente possível estes incêndios que têm flagelado o continente, as regiões autónomas, em particular a Madeira”.

O governante assegurou que todas as avaliações sobre o quadro legal e o quadro de atuação vão ser feitas depois de ultrapassada esta “fase de emergência crítica”.

Sobre a necessidade de cortar estradas, que no domingo deixou vários automobilistas parados durante horas na A1, na A44, na A29 e na A41, o ministro Pedro Marques disse que “foi por razões imperiosas de segurança que se determinou o encerramento temporário dessas autoestradas”.

O mais importante naquele momento era garantir as condições de seguranças, quer para aqueles que estavam no combate aos incêndios, quer em particular para aqueles que circulavam nas nossas autoestradas”, reforçou o governante.