Incêndios: Executados 1.346 km de gestão de combustível no valor de 35 ME


O secretário de Estado das Florestas disse hoje, em Lisboa, que, no que toca a gestão de combustível florestal, já foram executados 1.386 quilómetros (km), através do programa das cabras sapadoras, estando envolvidos 35 milhões de euros no processo.

“Relativamente à gestão de combustível, este ano já executámos 1.386 quilómetros, sendo que, nos últimos dez anos, foram executados 1.200 quilómetros, estando envolvidos 35 milhões de euros em todo o processo”, disse Miguel de Freitas, durante uma audição parlamentar na Comissão de Agricultura e Mar.

Para o governante, o programa das cabras sapadoras “é inovador”, envolvendo “mais de quatro mil animais e 39 projetos em todas as regiões do país para fazer a gestão de combustível”.

Relativamente ao pinhal de Leiria e às matas públicas, o secretário de Estado referiu que, até ao momento, foram cortados 203 metros cúbicos de madeira, num valor superior a cinco milhões de euros, adiantando que estão a ser preparadas mais hastas públicas para dar continuidade ao plano.

“Estamos a preparar um novo plano que vai envolver sete universidades e que estará pronto em setembro, altura em que saberemos qual será o futuro do pinhal de Leiria e das matas públicas”, concluiu.